Governança: Luiz Cornacchioni deixa a facilitação do movimento e Marcello Brito assume como cofacilitador ao lado de André Guimarães

texto 5 foto 1 b45

Luiz Cornacchioni, diretor-executivo da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), está deixando a organização para iniciar um novo desafio profissional. Com isso, Luiz deixa também a facilitação da Coalizão Brasil, e Marcello Brito, presidente do Conselho Diretor da Abag, passa a ser o novo cofacilitador do movimento. André Guimarães, diretor-executivo do IPAM, segue ao lado de Brito.

De acordo com a regra de governança da Coalizão, os facilitadores possuem mandatos de dois anos. Marcello está assumindo o mandato que já vinha em curso e, por isso, ele e André têm mandato previsto até maio de 2020. Um comitê do Grupo Estratégico (GE), criado em 19 de fevereiro, irá discutir a transição para os próximos facilitadores.

A Coordenação Executiva agradece imensamente ao Luiz pela rica contribuição que deu à Coalizão. Na cofacilitação do movimento, Luiz ajudou a posicionar a Coalizão contra retrocessos no Código Florestal, exigiu medidas mais efetivas no combate ao desmatamento ilegal e levou a agenda da Coalizão ao governo e a fóruns internacionais. Ele deixa a seguinte mensagem: “A Coalizão é, sem dúvida, um dos grandes movimentos de engajamento da sociedade, com visão e ideias inovadoras no uso sustentável dos recursos naturais do planeta. É o olhar não no que é visto, mas no que não é visto, este é espírito que nos empurra para frente, mesmo quando o caminho é incerto”.

Marcello tem se aproximado cada vez mais da Coalizão e é, atualmente, um dos porta-vozes da campanha Seja Legal com a Amazônia. Ele tem também participado de reuniões de advocacy, como a entrega do posicionamento da Coalizão sobre a Medida Provisória 910 ao senador Irajá Silvestre Filho. Marcello afirmou: "Estou muito feliz em poder dar continuidade à representação da Abag na cofacilitação da Coalizão e também em dedicar mais tempo a uma das mais importantes iniciativas do país, na qual acredito e espero contribuir com a minha experiência”. Desejamos sucesso ao Marcello nesta nova jornada à frente do nosso movimento!