Lançamento da iniciativa Amazônia Possível chama setor privado à ação

Amazônia Possível: busca conjunta pelo desenvolvimento do bioma. Foto: Ricardo Ferrari

 

A iniciativa Amazônia Possível foi lançada durante a Climate Week (Semana do Clima) em Nova York com um evento, no dia 22 de setembro, que contou com a participação de cerca de 100 pessoas, entre empresários, cientistas, representantes do governo, da sociedade civil e de populações amazônicas. Trata-se de um chamado ao setor privado pela busca conjunta por um caminho de desenvolvimento para a Amazônia, que reforce o combate à ilegalidade e gere benefícios para os povos da região.


“Precisamos olhar a Amazônia pelo viés da oportunidade, dos incentivos e investimento para o povo que vive ali. Temos que combater a ilegalidade e, ao mesmo tempo, estimular as atividades sustentáveis”, disse André Guimarães, diretor-executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) e representante da Coalizão Brasil.


Veja um resumo do lançamento aqui.


Além de Guimarães, entre os debatedores estavam presentes Guilherme Leal, empresário e conselheiro do Pacto Global da ONU; Marcello Brito, presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag); Carlos Nobre, pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP); e o cineasta e ativista ambiental Fernando Meirelles, entre outros. Na ocasião, Meirelles apresentou um curta-metragem realizado por ele, que sintetiza a ideia de uma Amazônia possível.


O governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, esteve presente ao evento. Também assistiu ao debate o ministro brasileiro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que falou brevemente. A presença do ministro levou alguns membros do Engajamundo a protestarem.


A iniciativa terá uma continuidade na COP 25, que acontecerá em dezembro, em Santiago, no Chile, na qual será apresentado o encaminhamento do debate iniciado na Climate Week.

 

Guilherme Leal na abertura do evento de lançamento da iniciativa. Foto: Ricardo Ferrari

 

“Não é possível postergar nossas ações, precisamos unir nossos esforços para nos desviarmos desse rumo dramático que é a crise climática e a atual situação da Amazônia. Os problemas não serão resolvidos isoladamente pelo governo, pelo setor privado, academia ou pela sociedade civil. Precisamos de uma proposta conjunta”, afirmou Leal.  

 

Entre os apoiadores da iniciativa Amazônia Possível estão, além da Coalizão Brasil, a Rede Brasil do Pacto Global, Sistema B e o Instituto Arapyaú. 

 

O lançamento foi mencionado nos veículos de imprensa, como Jornal Nacional, Estadão e Folha de S.Paulo, entre outros.  

 

Veja como foi o lançamento na página do “Amazônia Possível” no YouTube