Coalizão Brasil já entregou suas 28 propostas a maior parte dos candidatos às eleições Presidenciais

 

 

Anunciadas em 03 de agosto, conforme noticiado pelo jornal O Estado de S. Paulo, as 28 propostas da Coalizão Brasil aos candidatos às eleições 2018 têm sido amplamente divulgadas. O documento já foi entregue a diversos candidatos e a atores e fóruns estratégicos das eleições.


Esta semana, foi lançado o hotsite (http://www.coalizaobr.com.br/pelobomusodaterra) para dar mais destaque às propostas. Pela página, é possível enviar mensagens automáticas aos principais candidatos à Presidência (seção PRESSIONE!), reforçando o apoio às propostas da Coalizão Brasil, além de baixar materiais para ajudar na divulgação do documento, como um modelo de e-mail e ilustrações para as redes sociais (seção DOWNLOADS) [clique aqui para saber mais sobre o hotsite].


A iniciativa da Coalizão Brasil de elaborar essas propostas representa uma ação apartidária dos principais atores da agenda de clima, florestas e agricultura interessados em impulsionar o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono no país. Todas as 28 propostas são factíveis para implementação em um mandato de quatro anos e podem ajudar a iniciar a revolução no uso da terra que o Brasil precisa. Essa revolução significa consolidar o país como liderança internacional de uma nova economia, na qual produção agropecuária e conservação ambiental devem andar juntas.


Entregas e divulgação das propostas


O lançamento das propostas teve grande repercussão na imprensa. A matéria do O Estado de S. Paulo chegou a 12,5 mil compartilhamentos e se tornou uma das mais lidas da semana. A notícia repercutiu em mais de 120 veículos e, pelas redes sociais da Coalizão Brasil, as propostas chegaram a mais de 100 mil pessoas.


Os presidenciáveis Álvaro Dias, Geraldo Alckmin, Guilherme Boulos e Marina Silva já receberam o documento, além de Sônia Guajajara (vice de Boulos), Ana Amélia (vice de Alckmin), Christian Lohbauer (vice de João Amoedo) e Nelson Marconi (coordenador do programa de governo de Ciro Gomes). A Coalizão Brasil segue em contato, ainda, com as equipes dos candidatos Fernando Haddad e Jair Bolsonaro.

ATUALIZAÇÃO: A Coalizão Brasil entregou o documento ao candidato Fernando Haddad no dia 24 de setembro, após a divulgação dessa nota. As propostas ainda não foram entregues ao candidato Jair Bolsonaro. Enviaremos mais informações no próximo boletim.

Além dos presidenciáveis, vices e suas equipes, Pedro Taques, candidato a governador do Mato Grosso, e André Baby, secretário de meio ambiente do estado, também receberam o documento. Diversos parlamentares e candidatos ao legislativo tomaram conhecimento das propostas, que foram enviadas à lista de deputados e senadores em exercício. Alguns exemplos de candidatos ao legislativo que manifestaram publicamente seu apoio às propostas da Coalizão Brasil são Arnaldo Jardim (candidato a deputado federal pelo PPS), Warwick Manfrinato (candidato a deputado federal pelo PV), Gilberto Natalini (candidato a deputado federal pelo PV), Sérgio Verde (candidato a deputado estadual RJ pelo PSOL), Ricardo Trípoli (candidato ao Senado de São Paulo pelo PSDB), Juliana Cardoso (candidata a deputada Federal pelo PR) e Marina Helou (candidata a deputada estadual SP pela Rede). Os diretórios de vários partidos políticos (PT, PSDB, REDE, PDT e PSL) também receberam o documento, assim como os principais movimentos de renovação política, como a RAPS, Bancada Ativista, Agora e Renova.


A Coalizão Brasil entregou em mãos suas propostas a nomes e fóruns estratégicos, como a presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, deputada Tereza Cristina, o diretor do Instituto Pensar Agro, João Henrique Hummel, o embaixador Sérgio Amaral, o ex-ministro da agricultura e coordenador do GVAgro, Roberto Rodrigues, às equipes dos Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, e aos comitês de Sustentabilidade da Febraban e da Sociedade Rural Brasileira.


Ao longo dos meses de agosto e setembro, a Coalizão Brasil participou também de diversos eventos para divulgar suas propostas. Um deles foi o ato político “Desenvolvimento para Sempre – compromissos ambientais prioritários às eleições 2018", em 04 de setembro, promovido pela Fundação SOS Mata Atlântica, Frente Parlamentar Ambientalista e organizações de meio ambiente. Na ocasião, o documento foi entregue a diversos parlamentares, como Alessandro Molon, Ivan Valente, Jean Wyllys, Nilto Tatto e Edmilson Rodrigues.


Outros eventos que contribuíram para comunicação das propostas da Coalizão Brasil foram o Congresso Brasileiro do Agronegócio, o Seminário anual do MapBiomas, a Plataforma 2018 Brasil do Amanhã, o Congresso de Gestão da Amazônia (AMAS), o encontro “A Amazônia tem pressa” – promovido pelo Santander e The Nature Conservancy – e a conferência Sustentável 2018 – promovida pelo CEBDS.


As propostas alcançaram também um público internacional durante o Global Climate Action Summit, em São Francisco (Califórnia). Tasso Azevedo, coordenador do Mapbiomas e membro do Grupo Estratégico da Coalizão, apresentou o documento no painel Forest, Food, Land durante o evento. As propostas foram entregues também a Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda e atual Diretor-Geral e Diretor Financeiro do Grupo Banco Mundial, Rajiv Joshi, Managing Director do The B Team, e Paul Polman, CEO da Unilever.


A Coalizão Brasil realizou um webinar, em 13 de agosto, com a participação de mais de 30 membros, com o objetivo de apresentar o documento e convidá-los a apoiar a divulgação das propostas, convite que não se restringe aos membros. Qualquer organização ou pessoa interessada nessa agenda pode divulgar o material: basta acessar http://www.coalizaobr.com.br/pelobomusodaterra.


Confira a galeria de fotos abaixo com o registro das principais entregas!